sábado, setembro 30, 2006

VAMOS À BOLA | Nuno Assis

O conquistador

Nuno Assis era até à penúltima jornada do campeonato nacional de futebol o jogador com mais pontos conquistados. Contam-se, pelo menos, 10 pontos (no lábio inferior esquerdo). Num só jogo, Assis consegue ter mais pontos do que o Benfica em três jornadas...

quinta-feira, setembro 28, 2006

TAKE A BREAK | Anúncios

terça-feira, setembro 26, 2006

INQUÉRITO | Pontos de vista

Percentagens

Uma sondagem Doca/Taberna Tinto&Branco revela que mais de 70 por cento dos portugueses estão satisfeitos com a coligação PS-PSD que, neste momento, governa o país.
Outros 70 por cento estão radiantes com a recandidatura de Luís Filipe Vieira à Presidência do Benfica e há ainda 70 por cento dos portugueses que estão satisfeitos com o divórcio da Elsa Raposo.

segunda-feira, setembro 25, 2006

TELEVISÃO | A nova série portuguesa da SIC

«Jura» descodificada

Resumo do próximo episódio: Joaquim (que é casado com Marta), vai comer a Maria João (que, por sua vez, já foi comida pelo António, pelo Zé, pelo Castiço e pelo Carlos). Entretanto, Artur descobre que Armando o anda a trair com o pónei de 3 anos.
Andreia descobre que o homem com quem está casada há seis anos afinal chama-se Adelaide e tem quatro filhos de João Maria (que é artista de circo) e mantém um caso amoroso com o domador dos leões.
O pónei de 3 anos revela finalmente a Artur que também manteve uma relação «homoanimal» com os leões do domador.

domingo, setembro 24, 2006

BOMBEIROS | As transferências no final da época dos incêndios florestais

Um fenómeno

Dá pelo nome de Smoke e é a mais recente aquisição da corporação de bombeiros de Moscavide. O animal é um autêntico fenómeno de operacionalidade, tendo sido treinado ao lado do «Max» (a versão portuguesa do pastor alemão que tenta copiar as habilidades do internacional «Rex»).
Inquirido pela Doca, o comandante da corporação fez questão de sublinhar que, para já, não tecia qualquer comentário à compra do passe do Smoke. Recorde-se que o cão foi transferido dos Sapadores de Alportel (onde esteve ao serviço durante a última época de incêndios florestais).
António Costa, empresário do canídeo, convocou entretanto uma conferência de imprensa para anunciar que os Voluntários do Chelsea estão interessados na compra de Smoke. O comandante J. Mourinho nada diz, remetendo as declarações para a recepcionista da corporação.

CORREIO | Notícias de quem nos lê

Topo de gama

O prezado leitor V. Loureiro, de Gondomar, teve o bom gosto de nos enviar uma foto alusiva às forças de segurança genuinamente portuguesas. A imagem versa mais concretamente sobre a GNR (esse expoente máximo das polícias que a todos nos orgulha).

Assim, e em mais um rigoroso exclusivo, a Doca mostra os novos veículos que irão equipar o parque automóvel da GNR. No caso, trata-se de um protótipo concebido a partir do célebre (e também genuinamente português) UMM, equipado de fábrica com tracção animal.

quinta-feira, setembro 21, 2006

METEOROLOGIA | No rescaldo da passagem do Gordon

O furacãozito

Selvagens, húmidos e - quando se vão - levam casas, carros e afins. O tema não é sobre mulheres. É sobre furacões. De passagem pelos Açores (e apesar dos sobressaltos gerados pelo anúncio generalizado de que o dilúvio estava prestes a chegar), o Gordon demonstrou ser fraquito. Passou de um furacão de categoria 2 para 1; depois passou a tempestade extra-tropical; e, agora, não passa de uma depressão que deu origem a uns chuviscos ali para os lados da Galiza. É que nem os furacões nos gramam. Imagino o bocejo dos açoreanos quando viram esse maldito Gordon a lavar-lhes (suavemente) o carro e a casa. Tirando o galho quebrado de uma árvore centenária que entretanto retornou à costa, o Gordon foi mesmo um grande amigo.

quarta-feira, setembro 20, 2006

VALORIZAÇÃO | Mobílias estão mais caras

Paços de Ferreira

No passado fim-de-semana, o Sporting perdeu a partida contra o Paços de Ferreira por causa de uma bola desviada para a baliza de uma forma pouco usual. O artista é brasileiro e até sabe piscar o olho. É por causa destas (e doutras) que a cotação das mobílias em Paços de Ferreira (a capital do móvel) subiu drasticamente. Dizem que é por serem feitas... à mão.

terça-feira, setembro 19, 2006

FACTOS | O verdadeiro serviço público

A estatística não mente

No último mês, a Doca colocou mais Post's do que a malta da EDP em vinte anos. Ainda por cima, os nossos não estão a atrapalhar o trânsito nem a violar a propriedade de ninguém.

PAÍS | Estabelecimentos à medida do freguês


Encerramos às 2ªs feiras
para descanso do pessoal

sábado, setembro 16, 2006

LEITURAS | O suspense terminou

Já faz Sol

Pronto. Acabou-se a euforia. Perto de 150 mil exemplares já estão cá fora. Só se vê é gente com o Sol ensacado debaixo do braço. Há até quem cometa a loucura de ter o Sol mesmo colado ao Expresso (que aumentou a tiragem deste sábado para 200 mil exemplares). Hoje, para variar, vão dois semanários para casa e não se fala mais nisso.
Feitas as contas: 2 euros do Sol mais 2.80 euros do Expresso. Turista que ver isto ainda há-de pensar que os portugueses não olham a meios para se cultivarem. Que são uns consumidores natos de jornais. É mentira. Isto é uma febre que passa daqui a duas ou três semanas. Ou o Sol assume a dianteira (assim como quem apanha um expresso), ou o Expresso põe o Sol à sombra. A ver vamos.

Nota - numa coisa o Sol já ganhou: o número de visitas médias deverá superar, com toda a certeza, todas as expectativas. Isto a avaliar só pela quantidade de gente que, nas últimas horas, decidiu aderir ao sistema de criação de blogues disponível na edição online do Sol...

CLASSIFICADOS | O anúncio que despertou curiosidade

Quem é esta gente?!

Mão amiga fez-me chegar este anúncio inserido em dois jornais diários datados de ontem. Primeira reacção: estupefacção. Segunda recção: repetir a leitura integral do classificado. E, finalmente, a terceira e última reacção: rir e pensar que tudo não passa de uma campanha de marketing. Puro engano.
A «Misérias Ilimitadas» existe mesmo no papel e já este ano, em Julho, foi uma das companhias participantes no festival Luzboa 2006 (em que, justamente, vários pedintes desfilaram, ostentando placas de néon).
José Gasco, um dos sócios, nasceu em Salamanca (em 1971) e desde finais dos anos 90 até meados de 2004 foi um dos artistas plásticos mais pro-activos em Espanha.

quinta-feira, setembro 14, 2006

:)

com a devida vénia aos blablablamedia

quarta-feira, setembro 13, 2006

TEMPO LIVRE | Grau de dificuldade: very hard

Qual deles será o verdadeiro Liedson?!

VAMOS À BOLA | Sporting festeja vitória

Darcília

O Sporting venceu ontem os italianos do Inter de Milão por uma bola a zero, a contar para a Liga dos Campeões. O único golo do encontro foi assinalado por Marco Caneira. O jogador foi assim o primeiro a experimentar in loco as habilidade da morena e sensual Darcília, uma animadora sócio-cultural proveniente do Congo.
A partir de agora, esta é a forma inédita (apelidada como «o método Paulo Bento») com que os jogadores do Sporting serão premiados cada vez que marcarem golos. Ao que consta, todos os jogadores do plantel já só querem é fazer golos. Incluíndo o guarda-redes.

terça-feira, setembro 12, 2006

VAMOS À BOLA | Novos desenvolvimentos

Bairrada na SuperLiga

Nem Gil Vicente, nem Belenenses, nem Leixões. A equipa que estará na SuperLiga vem da Bairrada e consegue a promoção porque há 20 anos, num jogo contra o Salgueiros, perdeu por culpa do árbitro. A Liga acabou finalmente esta semana de analisar o caso e já decidiu: o Sport Clube da Bairrada vai jogar na SuperLiga.
Entretanto, o recurso do Salgueiros (que andava perdido no Tribunal da Anadia) foi indeferido, dando razão à equipa da Bairrada. Num jantar entre amigos (no Zé dos Leitões), com gente do norte, Valentim Loureiro assegurou que a decisão nada tem a ver com o facto do dirigente do Sport Clube da Bairrada ser seu amigo de infância, antigo colega de serviço militar e grande parceiro de negócios no ramo dos electrodomésticos. A Doca acredita piamente na palavra do Major.

VAMOS À BOLA | Digerindo a derrota do Benfica

Discurso directo

"Após uma exaustiva avaliação da derrota por 3 bolas a zero frente ao Boavista, quero afirmar com toda a convicção que a escolha do árbitro para este jogo foi, de facto, precipitada. Reconheço que, às vezes, quanto mais esolhemos, pior é."
LUÍS FILIPE VIEIRA


"Quero dizer a todos os sócios e simpatizantes deste grande clube que é o Sport Lisboa e Benfica que realmente não estive bem no lance que originou a minha expulsão durante o jogo com o Boavista. Eu sei que errei. O gajo merecia uma trolitada na fuça e eu fiquei-me pelos insultos."
PETIT

domingo, setembro 10, 2006

CELEBRAÇÃO | Reportagem excusiva

A noite de núpcias

Depois do país ter parado no passado sábado, devido ao casamento de Pedro e Soraia (ver post abaixo), a Doca está finalmente em condições de revelar como foi a noite de núpcias. O repórter da Doca seguiu o rasto do Mercedes preto de 70 anos que transportou o casal desde o Entroncamento até ao motel «Patim d'Oiro», situado em Stª. Cita.

Na imagem: Stª. Cita, a pequena aldeia que acolheu
o casal recém-casado para uma noite de loucura.


Depois de estacionar a Vespa no parque privativo, o repórter da Doca ofereceu 300 euros ao recepcionista, subiu em direcção ao primeiro andar, entrou na «Suite do Amor» e instalou-se desconfortavelmente no guarda-fatos.

Na imagem: exterior do motel «Patim d'Oiro».
À direita, o DVD e o livro escolhido pelo casal
para ocupar os tempos mortos durante a noite...


Julgamos que não vale a pena entrar em pormenores demasiado extenuantes. Para os mais curiosos, dizemos só isto: M-I-S-S-I-O-N-Á-R-I-O!...

sábado, setembro 09, 2006

CELEBRAÇÃO | Rigoroso exclusivo Doca


Em duas palavras: serviço público. A Doca revela, em primeira mão, as fotografias do casamento de Pedro e Soraia. Garantimos assim a publicação destas fotos mesmo antes do fotógrafo oficial da cerimónia as ter captado.
Na senda de informar os nossos leitores fiéis, a Doca está em condições de adiantar que também acompanhará em directo a noite de núpcias do casal. Teremos uma emissão especial online a partir das 02h da madrugada (logo após o fim da festa), no hotel onde Pedro e Soraia irão pernoitar.


sexta-feira, setembro 08, 2006

CLASSIFICADOS | O guru das ciências ocultas

Conhecido como «o grande milagreiro» e «o mestre dos mestres», Professor Sócrates está finalmente em Portugal. Ajuda a resolver problemas de: orçamento de Estado, impotência económica, inveja de países vizinhos, vícios e corrupções nos organismos públicos, aumento dos impostos, aumento da idade de reforma, clientelismo partidário, cunhas. Resolução mesmo nos casos mais difíceis. Leia o testemunho dos que já foram bafejados pelo saber ancestral do Professor Sócrates:


"Há dois meses, descobri que o meu marido me enganava. Soube que ele andava com uma croata de 20 anos. Consultei o Professor Sócrates e tudo se resolveu. Hoje, somos uma família feliz. O meu marido voltou a gostar de mim e adoptámos a croata."
Z. M., Miraflores

"Eu era um caso perdido. Tornei-me viciado na bebida. Andei mais de 2 anos afundado no álcool. Graças ao Professor Sócrates, mudei. Ele aconselhou-me uma terapia de substituição e há 3 meses que não bebo. Agora, estou apenas viciado na heroína."
C.C., Cinfães

"Estava despererado, pois sempre tive dificuldades em arranjar namoradas. Tenho 48 anos e achei que já estava na idade de casar. Consultei o Professor Sócrates e, finalmente, estou noivo. O segredo? Basta seguir os conselhos do Professor. No meu caso, bastou-me ir à casa de alterne da Buraca."
J.Q., Lisboa

quinta-feira, setembro 07, 2006

e-GOV | Com tanta medida tecnológica...

...só faltam mesmo os WC's públicos
com acesso biométrico

RELIGIÃO | Já disponível em Portugal

Só para crentes

terça-feira, setembro 05, 2006

human body

TENDÊNCIAS | Os conselheiros que estão na moda


Esquadrão «G»

António Fiúza

Pela forma desajeitada como argumenta e reafirma a decisão do Gil Vicente (pondo o futebol português nas bocas do mundo pelos piores motivos), António Fiúza dava um bom conselheiro no Esquadrão «G». Conselheiro de quê é que não se sabe. Os que lhe são mais próximos estão há anos à procura de qualquer coisa que Fiúza saiba fazer realmente bem.

Valentim Loureiro
O major é perito em dar azo à confusão e mexe-se em vários contextos. Nuns, oferece electrodomésticos; noutros, aparece em directos televisivos, de chinelos e pijama, à porta de casa. Sui generis, este homem. No Esquadrão «G», bem que podia ser consultor de cozinhas equipadas.

Manuel Monteiro
Monteiro renasceu. Mexeu-se. Chegou mesmo a emitir uns grunhidos: «quero que me devolvam o PP», confessou em entrevista ao Público. Notória esta súbita vontade de fazer birra por uma sigla. Monteiro poderia ser consultor de astrologia (especializado em regressão a vidas passadas).

Paulo Portas
É um homem às direitas. Adora ser sondado (as sondagens foram, em tempos, a sua predilecção). Há quem diga que se prepara para segurar novamente as rédeas do partido. Seja como for, Paulo Portas só poderia ser consultor de automóveis no Esquadrão «G». Mais do que ninguém, ele percebe de Jaguares.

Herman José
Tudo o que signifique afastar Herman José da televisão pode mesmo ser encarado como uma atitude de bom senso e decoro. Não há paciência para snobismos e programas corriqueiros com convidados de mau gosto. Alguém acredita que a quantidade de gente que vê aquilo é aquela que aparece representada nas sondagens? No Esquadrão «G» Herman pode ser consultor do que quiser. O que interessa mesmo é manter-se afastado do plateau.

LÍNGUA PORTUGUESA | O (mau) exemplo que nos entra pela casa adentro

O hábito faz o monge

Um conhecido que defende a língua portuguesa com unhas e dentes chama-me a atenção para o facto:
- Sabes o que há de estranho na versão televisiva da lotaria?
Respondo:
- A Serenella Andrade?
Diz ele:
- Também. Mas, além disso, o que há de errado?

O problema, disse-me, acontece no momento em que se anuncia a bola referente às «dezenas de milhar». Pois: «dezenas de milhar»... O pior é que a coisa pegou e tem aparecido estampada em documentos académicos, em acórdãos de tribunais, discursos presidenciais e afins.
Na próxima vez que ouvir ou ler «dezenas de milhar»... talvez valha a pena recordar-se DISTO.

segunda-feira, setembro 04, 2006

TV | Séries que fizeram história

«Verão Azul»

Hoje, Miguel Ángel Valero passa despercebido na rua. Há 20 anos, não era assim. Miguel - ou melhor, Piranha - fez parte de um grupo de jovens que cativaram as massas infanto-juvenis dos anos 80, em Portugal e em Espanha. «Verão Azul» chega agora às prateleiras das lojas. Uma recordação um pouco dispendiosa, mas indicada para nostálgicos.

sábado, setembro 02, 2006

VAMOS À BOLA | O «caso Mateus»

Diferenças

ECONOMIA | Notas caseiras

Somos bons

Facto: a Judiciária apreendeu 7,5 milhões de dólares falsificados. Segundo comunicado da PJ, as notas de 100 dólares - fabricadas em habitações modestas situadas na Beira Litoral e no Baixo Alentejo - apresentavam uma "elevadíssima qualidade". Esta é uma das maiores apreensões de sempre a nível mundial. Portugal consegue assim elevar a fasquia: não só produz em grande quantidade, como produz com altíssima qualidade.

sexta-feira, setembro 01, 2006

VAMOS À BOLA | O «caso Mateus» (ou a LIGAcaos)

Despromovido

OBITUÁRIO | Edição número 955

A última chamada de primeira página

As rotativas pararam. O jornalismo está mais pobre (não por aquilo que o «Indy» hoje é, mas por aquilo que ontem foi). Miguel Esteves Cardoso mostrou toda a sua mestria nas páginas do semanário que nasceu pelas suas próprias mãos.
Os mais nostálgicos recordam as noites passadas às voltas com o «Indy», sempre a toque de café e de umas baforadas de cigarrilhas. Era um grupo notável de gente sábia e bonacheira. Tempos que já lá vão. Ponto final.

PATRIOTISMO | O poder dos portugueses

Seres singulares

O tuga é o maior. É um ser especial que deixa marcas além fronteiras. É capaz dos maiores feitos à escala global. O tuga supera o seu semelhante. A Doca sugere que as figuras que se seguem sejam elevadas a património nacional, em sinal do justo reconhecimento pelas suas capacidades.


JOSÉ SARAMAGO
No mundo, é conhecido como um dos maiores criadores literários. Em Portugal, conhecem-no como «o comunista que arrecadou 100 mil contos com uma coisa chamada Nobel». O certo é que Saramago escreveu uma data de romances repletos de metáforas e sem pontos finais. Para se tornar famoso teve de ir viver para Espanha.

LUÍS FIGO
Houve quem já o tenha considerado o melhor jogador do mundo. Facto que, aliás, só prova que o ser humano tem memória curta, pois já ninguém se lembra que esta criatura nasceu num reptilário chamado... Sporting. Semelhanças com Saramago: nunca foi visto a rir. Ah!, e para se tornar famoso foi para Espanha.

JOAQUIM DE ALMEIDA
Um grande actor. Tem o poder de persuadir os realizadores para desempenhar papéis de sobeja importância. Até hoje, Joaquim de Almeida já vestiu a pele de traficante de droga, mafioso boliviano, ditador panamiano e de assassino equatoriano. Para se tornar famoso, Joaquim resolveu ir viver para os Estados Unidos, optando pela dupla nacionalidade. Bebe whisky às refeições e é alérgico à água.